Publicado em

Diferenças entre trafego orgânico e tráfego pago.

Trafego orgânico

Olá, sou Chris, CEO da Agência Boxkite e nesse artigo explicarei sobre uma dúvida muito comum de nossos clientes: Qual a diferença entre tráfego orgânico e tráfego pago?

Quando um motor de busca mostra os  resultados de pesquisa, ele oferece dois tipos: orgânico e pago. Os resultados da pesquisa orgânica são as listagens da página da Web que correspondem  à consulta de pesquisa do usuário com base na relevância do que foi escrito no barra de pesquisa.

Também chamado de resultados de pesquisa “naturais”, o ranking alto dos resultados orgânicos é onde está trabalhado muito forte o SEO.

Trafego orgânico

Cada uma dessas estratégias tem seus prós e contras. Para a maioria das empresas, não é uma questão de escolher um sobre o outro, mas sim escolher um equilíbrio entre os dois. Então, vamos aproveitar um momento para explorar a diferença entre tráfego pago e orgânico, bem como as vantagens e desvantagens de cada um.

Os resultados pagos são basicamente anúncios e os proprietários do site pagaram para exibir suas páginas da Web para certas palavras-chave, então essas listagens aparecem quando alguém executa uma consulta de pesquisa contendo essas palavras-chave.

Em uma página de resultados de pesquisa, os resultados pagos são os que aparecem no topo dos produtos orgânicos porque os mecanismos de busca separam as listas pagas das listas orgânicas, as listas pagas colocando-as acima ou à direita dos resultados orgânicos, ou dando-lhes um fundo sombreado, linhas de borda ou outras pistas visuais. A figura a seguir mostra a diferença entre listagens pagas e resultados orgânicos.

Quando as pessoas falam sobre obter melhores resultados de pesquisa orgânicos, eles estão se referindo a trabalhar o SEO de um site para ajudá-lo a aparecer mais alto nos rankings do mecanismo de busca organicamente.

Em geral, você fará isso preenchendo seu site com conteúdo de qualidade que tenha palavras-chave relevantes “polvilhadas” naturalmente por toda parte.

Você também estabelecerá páginas de mídia social ativas que você ligará para o seu site e você tomará outras medidas para garantir que seu site seja classificado mais alto pelos algoritmos do Google e outros mecanismos de pesquisa para seus SERPs (páginas de resultados do mecanismo de pesquisa ).

Trafego pago

A principal vantagem de ir com SEO e tráfego orgânico é que obter classificações de pesquisa mais altas não lhe custará dinheiro, se você fizer isso sozinho. No entanto, para garantir que você obtenha os melhores resultados, você provavelmente quer pagar um especialista em SEO para otimizar seu site para você e para ajudá-lo a se configurar para continuar criando conteúdo de qualidade para ficar no topo dos rankings de pesquisa.

Isso seria uma cobrança única pela otimização na página, e você precisará otimizar o novo conteúdo conforme você adiciona ao seu site.

A única desvantagem real para o SEO é que o Google e outros mecanismos de pesquisa estão continuamente atualizando e atualizando seus algoritmos de pesquisa para fornecer resultados mais precisos e úteis para seus usuários.

Isso significa que seus esforços de SEO provavelmente precisarão ser um processo contínuo se você quiser manter seu site alto no ranking de busca.

 

Chris – CEO da Agência BoxKite

Quer ter o seu site bem posicionado no Google? Entre em contato pelo e-mail info@boxkite.net

Publicado em

Como melhorar a classificação de busca no Google para o seu site (SEO).

procura no Google

Antigamente havia vários mecanismos de busca. Hoje em dia, no entanto, estamos, em sua maior parte, com apenas o Google e o Bing, com o Google proporcionando a maioria dos visitantes e maioria dos sites hospedados, onde se beneficia aqueles que tem a parte de SEO bem trabalhada em seus sites e blogs.

Este artigo fornece algumas dicas sobre como você pode melhorar a posição do seu site nos resultados do mecanismo de pesquisa no Google.

Melhorando o posicionamento do seu site nos resultados do Search Engine do Google (SEO)

seo

O Google classifica uma página de acordo com uma grande quantidade de fatores. Exatamente o que esses fatores são, aparentemente um segredo comercial, embora existam muitas coisas bem conhecidas que contribuem para o ranking de uma página.

Links apontando para o seu site

links apontando para o site

Um dos fatores que contribuem para que uma página da web seja considerada “importante” é o número de links que apontam para essa página. Por exemplo, se a sua página tiver 100 links de qualidade, será classificado mais alto (na estimativa do Google) do que aquele que tem apenas 20.

Mas o que são “links de qualidade”? Estes são links de outras páginas populares, ou seja, páginas que têm, eles mesmos, muitos links (de qualidade) apontando para os sites. (Sim, eu sei. A minha definição é circular. E é possível que o mecanismo de busca possui outros fatores que determinam a qualidade de um link.)

De qualquer forma, em geral, uma vez que o Google classifica suas páginas de acordo com o número de links apontando para sua página, seu site melhorará se tiver mais links apontando para ela. O Google parece dar peso ao título da sua página.

Por título, quero dizer o texto que é intercalado entre as tags HTML <TITLE> na seção <HEAD> da sua página da web. Se você usar um editor da Web que insira automaticamente um título como “Novo documento”, lembre-se de alterá-lo para algum texto significativo com suas palavras-chave dentro para obter o benefício desse recurso.

Nota: por “palavras-chave”, quero dizer as palavras que as pessoas usarão ao procurar seu site. Por exemplo, se o seu site vender bicicletas, uma palavra-chave para ela seria “bicicletas”, já que é a palavra que você esperaria que as pessoas usassem na busca de bicicletas.

Sua página deve ter as palavras que você pensa que as pessoas procurarão

procura no Google

Além da tag do título, se você quiser que seu site seja exibido nos resultados do Google quando alguém pesquisar um conjunto de palavras como “Widget X”, essas palavras devem realmente ocorrer na sua página. Pense sobre isso do ponto de vista de um mecanismo de pesquisa.

Se você não colocar as palavras “Widget X” em algum lugar da página, como é que o mecanismo de busca deve saber que a página trata desse assunto? O mecanismo de busca não é um ser humano que pode extrair inferências do tom geral e do conteúdo da página.

Mesmo que ele possa lidar com alguns sinônimos, você vai competir com outros sites que colocaram especificamente essas palavras em seu site.

Eu sei que este ponto parece evidente (uma vez que você se deparou com isso). No entanto, por experiência própria, muitos Webmasters não parecem perceber e acabam perdendo grandes oportunidades de novos clientes pelo fato do seu site não estar com um mecanismo de busca apropriado.

Alveje as palavras-chave corretas. Um dos maiores erros que os sites fazem é direcionar as palavras-chave erradas. Aproveite o tempo para analisar as palavras-chave que produzem conversões e ganhar dinheiro.

Uma maneira de fazer isso é ter um software analítico, como o Google Analytics, instalado em seu site para que você possa ver como os visitantes estão interagindo e encontrando seu site.

Muitas vezes, o negócio atinge palavras-chave amplas e de alto volume que se convertem bem, em vez de classificar palavras-chave com base em múltiplos de volume, competitividade e taxa de conversão.

Conheça mais sobre SEO no vídeo abaixo:

 

Chris – CEO da Agência BoxKite

info@boxkite.net